Aquecimento GRAMMYs 2019: O que esperar, playlist e destaques da premiação


Neste domingo, 10, ocorre em Los Angeles no Staples Center a 61º edição da maior premiação da música e já para entrarmos no clima, preparamos este mega informativo sobre o que esperar da edição deste ano, os grandes destaques, as performances e de quebra ainda preparamos uma playlist no Spotify para você conferir os talentos e música indicados.

ESPECULAÇÕES:


Vamos começar falando sobre as especulações á respeito dos ganhadores de algumas das principais categorias. Este ano foi realmente uma surpresa, principalmente pelo fato de termos uma recém chegada sendo líder de indicações (Olá Cardi B, ou devemos chamá-la de ícone?) e uma diversidade maior de indicados devido á polêmica do ano passado onde tivemos uma baixa representatividade feminina nos indicados, além da força do hip-hop, trap e R&B como estilos musicais mais bem representados. Lembrando que, são apenas especulações.

* Album of the Year
  • Invasion of Privacy (Cardi B)
  • By the Way, I Forgive You (Brandi Calile)
  • Scorpion (Drake)
  • H.E.R. (H.E.R.)
  • Beerlongs & Bentleys (Post Malone)
  • Dirty Computer (Janelle Monáe)
  • Golden Hour (Kacey Musgraves)
  • Black Panther (The Album, Music From and Inspired By) (Various Artists)


Apesar de Cardi B e Drake terem tido grande destaque nos streams, charts e vendas, e H.E.R. e Brandi terem feito um excelente trabalho, o destaque deveria ir mesmo para Janelle Monáe e seu aclamadíssimo Dirty Computer. O álbum trás ninguém mais e ninguém menos que Prince como um dos produtores e inspiração. Janelle nos entrega uma obra que trata sobre a sua sexualidade (recém assumida pansexual) e a coloca como o próprio componente criativo. É o poder feminino agindo mais uma vez. O álbum possui uma nota de 87 no Metacritic, uma identidade visual única e explora muito bem o que propõe.

* Record of the Year
  • I Like It - (Cardi B, Bad Bunny & J Balvin)
  • The Joke - (Brandi Carlile)
  • This Is America - (Childish Gambino)
  • God's Plan - (Drake)
  • Shallow - (Lady Gaga & Bradley Cooper)
  • All the Stars - (Kendrick Lamar & SZA)
  • rockstar - (Post Malone & 21 Savage)
  • The Middle - (Zedd, Maren Moris & Grey)


The Joke da Brandi é um música que nos mostra o potencial vocal da cantora e tem uma letra cativante, além de um clipe simplista e melancólico. Porém, o destaque vai para Lady Gaga & Bradley Cooper e a maravilhosa Shallow. A faixa é a única trabalhada como single do álbum do remake de "A Star Is Born", estrelado por Gaga e Bradley na versão de 2018. Com um refrão imersivo no que propõe, as vozes masculina e feminina que se encaixam e com uma letra que nos faz parecer estar assistindo ao filme sem nem mesmo estar, Shallow nos mostra que tem tudo para levar o gramofone da noite.

I Like It de CardI B é uma música que vibra, ecoa, e nos mostra um pouco mais da cultura latina. Merece o prêmio? Sim, assim como todos os indicados, mas Cardi B ainda tem que nos mostrar muito do "para quê veio".

* Song of the Year
  • All the Stars - (Kendrick Lamar & SZA)
  • Boo'd Up - (Ella Mai)
  • God's Plan - (Drake)
  • In My Blood - (Shawn Mendes)
  • The Joke - (Brandi Carlile)
  • The Middle - (Zedd, Maren Moris & Grey)
  • Shallow - (Lady Gaga & Bradley Cooper)
  • This Is America - (Childish Gambino)



É aqui onde nos encontramos em uma situação desconfortante e difícil. Primeiro que, há sim possibilidades de Shallow repetir o feito e ganhar esta categoria e God's Plan de Drake ter o destaque devido ao grande sucesso que obteve. Mas é aí onde entra a cereja do bolo, pois em 2018 não teve nenhuma música que trouxesse um assunto tão forte e realista quanto This Is America. Através do clipe da faixa Childish Gambino nos mostrou a realidade da vida de negros na América (Olá, EUA), em relação ao confronto com policiais e o racismo sofrido há muito. A mensagem é clara e a melodia é alegre e densa no decorrer da faixa.

Ella Mai também merece um destaque, pois seu talento é inconfundível e suas melodias são cativantes. Fica aí uma dica de artista a ficar de olho em 2019 e ouvir nas plataformas.

PERFORMANCES:

O GRAMMYs 2019 será apresentado por Alicia Keys.
Nesta edição temos até então performances confirmadas e inusitadas, como a conjunta de Post Malone com Red Hot Chili Peppers (what?), representatividade latina com Cardi B e Ricky Martin e muito close com Miley Cyrus e Camila Cabello. Há muito tempo não se tem performances icônicas nesta premiação, mas quem sabe nesta edição a coisa mude, não é mesmo?

Confira abaixo a lista de performances confirmadas até agora e as que ainda não deram suas respostas:

  • Brandi Carlile
  • Cardi B
  • Camila Cabello, Young Thug, Arturo Sandoval, Ricky Martin, J Balvin
  • Dan + Shay
  • H.E.R.
  • Janelle Monáe
  • Miley Cyrus, Dolly Parton, Katy Perry, Kacey Musgraves, Little Big Town, Maren Moris e Linda Perry
  • Shawn Mendes
  • Post Malone e Red Hot Chili Peppers
  • Ariana Grande (não irá mais)
  • Lady Gaga e Mark Ronson
  • Chloe x Hale
  • Fantasia, Yolanda Adams e Andra Day (farão um tributo á Aretha Franklin)
  • Travis Scott
  • Jennifer Lopez
  • Dua Lipa e St. Vincent
  • Diana Ross
  • Kendrick Lamar & SZA (não confirmados)
  • Kelly Clarkson (indicada mas não confirmada)
  • P!nk (indicada mas não confirmada)
  • The Carters (Bey e JAY-Z estão indicados mas não foram confirmados)

Enquanto a data da premiação não chega para que possamos conferir o que terá de novo desta vez, fique com esta performance da P!nk na edição de 2018, onde ela performou a faixa "Wild Hearts Can't Be Broken" de seu álbum "Beautiful Trauma":


PLAYLIST:


Preparamos uma playlist no Spotify com os destaques deste ano indicados á maior premiação da música. Ouça, siga e compartilhe.


Aquecimento GRAMMYs 2019: O que esperar, playlist e destaques da premiação Aquecimento GRAMMYs 2019: O que esperar, playlist e destaques da premiação Reviewed by Eber Lima on terça-feira, fevereiro 05, 2019 Rating: 5