Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Anna Abreu


Com um nome tão brasileiro, é uma surpresa descobrir que Anna Abreu é uma das maiores representantes do pop da Finlândia, um lugar árido e famoso pelo rock pesado, onde poucos artistas fora desse nicho conseguem se sobressair. Filha pai português, Anna atingiu a fama ao participar do programa Idols, se tornando uma das vocalistas femininas mais bem sucedidas e vendidas do país, superando as 200 mil cópias por lá. Parece pouco, mas num país com pouco mais de 5,5 milhões de habitantes, é um número considerável.

Cantando majoritariamente em inglês (mas também em português e finlandês), Anna tem canções pop, R'n'B e eurodance maravilhosas, do mesmo nível de grandes estrelas internacionais. A POPlândia escolheu sete desses singles para fazer você por esse país tão pouco falado na rota da boa música.

1. Ivory Tower (Anna Abreu, 2007)
O segundo single do debut de Anna Abreu é uma canção pop muito orientada para o R'n'B, que em geral era o ritmo que estava em alta nessa época. A letra da canção tem algumas frases fofíssimas em português europeu, que mostram o orgulho que a cantora tem de sua herança enquanto a cantora chora desabafa sobre um relacionamento que não foi adiante.


2. Vinegar (Now, 2008)
O 88º single mais vendido na história dos charts finlandeses inicia a promoção de um álbum onde Anna aparece mais madura, abandonando a imagem de garota loira inocente e ingênua. Pegando mais leve no R'n'B, 'Vinegar' é mais voltada para o dancepop, com sintetizadores que lembram bastante o álbum 'Fever', de Kylie Minogue.


3. Liquid (Just a Pretty Face?, 2009)
Talvez um dos maiores hinos dance da carreira da cantora, 'Liquid' é eurodance puro, com sintetizadores dominantes e batida bem marcada, pronta para o set de qualquer DJ. Talvez tenha sido uma das canções mais desperdiçadas do trabalho, podendo ter sido um single tipo exportação.



4. Hysteria (Rush, 2011)
'Hysteria' é uma canção dancepop/synthpop excelente, uma ótima escolha para abrir seu quarto álbum de estúdio, se tornando o quinto single da cantora no top 10 dos charts finlandeses. O trecho onde Anna canta com voz distorcida, perto do fim da música, é um diferencial.


5. Stereo (Rush, 2011)
Considero o melhor single da cantora por muitos fãs, 'Stereo' é, no mínimo, o melhor clipe. É uma canção pop extremamente elegante, misturando sintetizadores maravilhosos com sinos de igreja, com direito a coreografia cativante e um clipe que se passa num convento, onde a personagem de Anna chega e 'desvirtua' uma das noviças, com direito a muita tensão sexual lésbica. É do tipo de vídeo que se fosse lançado no Brasil ou nos Estados Unidos, sofreria muito com a crítica da 'família tradicional', do jeito que a gente gosta.


6. Werewolves (V, 2014)
Músicas sobre sair e se divertir existem aos montes na música pop de todo lugar, por isso é interessante ver quando uma delas foge do óbvio. Esta faixa dancepop traz elementos do rap aliados a sintetizadores e distorções bem colocados, traçando um paralelo entre a vida noturna e a transformação clássica dos lobisomens.



7. Bandana (Sensuroimaton Versio, 2016)
Lead single de seu primeiro álbum totalmente cantado em finlandês, 'Bandana' é uma canção pop alegre e divertida, tão grudenta quanto uma música em finlandês pode ser, uma das melhores para introduzir a sonoridade do idioma para novos ouvintes. Para ouvir o sampler do álbum, clique aqui.


Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Anna Abreu Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Anna Abreu Reviewed by Wilson Barroso on terça-feira, fevereiro 13, 2018 Rating: 5