Análise de clipe: 'Langsam', de Frida Gold


Veja nossa análise deste álbum:

'Alina', cujo nome faz referência à sua vocalista, Alina Suggeler, foi lançado em 30 de Setembro de 2016, sendo o terceiro álbum de estúdio da banda alemã Frida Gold, . Apesar de manter o synthpop e o rock, utilizados desde o começo da banda, este trabalho penetra em outros estilos, como o rap e as baladas acústicas.

Em geral, este é um álbum intimista, que escancara a alma e os pensamentos da cantora, e não poderia ser diferente com 'Langsam' ('lentamente'), o terceiro single do trabalho, cujo clipe, mesmo sem ter grandes efeitos especiais e técnicas rebuscadas, passa sua mensagem de forma direta, efetiva e muito singela. Esta é uma balada levemente acústica, que ainda mantém sintetizadores suaves e guitarra, que acompanham uma letra sobre as 'imperfeições' do eu-lírico, como vulnerabilidade, medo, rancor e erros cometidos no contexto de um relacionamento.



Este vídeo, antes de mais nada, é um exemplo de como a nudez é vista pelos europeus. Enquanto nos Estados Unidos e na América Latina as pessoas a associam quase sempre ao erotismo e ao sexo, na Europa, principalmente nos países germânicos e escandinavos, o nu é visto com naturalidade e explorado artisticamente de várias formas. Em 'Langsam', o nu não é erótico, mas um símbolo das ideias que a cantora quer passar, como fragilidade e sinceridade.

Tais ideias são passadas de uma forma muito eficiente, mesmo para um público acostumado com o nu somente erótico.

O clipe começa com a cantora nua, tanto tomando banho quanto depois dele, o que passa a ideia de que ela está sendo sincera sobre coisas íntimas, realmente se abrindo para quem assiste o vídeo. A edição e os closes com zoom no corpo de Alina mostram que ela está pensativa, mesmo preocupada, às vezes encolhida, o demonstra uma certa vulnerabilidade e vontade de se proteger.

À medida que o clipe evolui, ela começa a chorar, como que exorcizando seus monstros interiores, de vez em quando rindo, mas não sabemos se ela ri de nervosa ou se teve uma lembrança boa. Perto da metade do clipe, ela aparece nua correndo de um carro, que pode ser interpretado como a pressão das pessoas para que ela aja da forma que se espera. Aliás, o fato dela também aparecer dirigindo o veículo mostra que toda essa pressão (ou boa parte dela) é aplicada por ela mesma.

No final, além de expor alguns de seus sentimentos mais íntimos, Alina ainda nos dá um conselho que não se aplica apenas à vida amorosa, mas também a outros aspectos da vida: trabalhe para melhorar o que você acha negativo ou nocivo, porém não se pressione demais, pois a perfeição não existe.
Análise de clipe: 'Langsam', de Frida Gold Análise de clipe: 'Langsam', de Frida Gold Reviewed by Wilson Barroso on quarta-feira, janeiro 03, 2018 Rating: 5