Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Dolcenera


Dona de uma voz grave muito particular, Dolcenera é uma das cantoras de pop/rock mais queridas da nova geração de cantoras da Itália. Tendo alcançado fama e visibilidade ao ter vencido o Festival de Sanremo de 2003, o mesmo festival que alçou Laura Pausini ao estrelato dez anos antes, a cantora se firmou como uma artista criativa, gay friendly e simplesmente apaixonante. 

Com apenas seis álbuns de estúdio lançados até o momento, Dolcenera já mostrou que consegue fazer música boa em diversos estilos, sem perder a originalidade e o exotismo, às vezes. A POPlândia selecionou sete faixas para conhecer melhor esta must have das playlists de música italiana.

1. Sorriso Nucleare (Sorriso Nucleare, 2003)
Em uma faixa super calma, um pop delicioso com instrumentação que tende ao reggae e ao rock, Dolcenera fala de um tema super inusitado. Contextualizando a letra na relação de uma mãe com sua filha, cuja boca foi deformada por causa de uma explosão nuclear, a cantora critica a forma como o ser humano usa os avanços científicos para causar dor e sofrimento a pessoas inocentes.


2. Mai Piú Noi Due (Un Mondo Perfetto, 2005)
Apesar de saber fazer músicas muito críticas, Dolcenera também sabe fazer uma boa e velha música de dor de cotovelo. E nessa faixa, dotada de uma linda e melancólica melodia de piano, a cantora evoca toda a tristeza associada ao término, se apegando às pequenas coisas que representam esse amor que terminou.


3. Date a Cesare (Dolcenera Nel Paese Delle Meraviglie, 2009)
Em uma faixa forte e marcante, que alia o piano com agressivos riffs de guitarra, Dolcenera questiona a forma que o amor surge em nosso contexto social, situado na disputa entre bem e mal e num meio permeado pela ignorância e ódio. No fim das contas, ela conclui que o amor nasce das pequenas coisas, crescendo sem se fazer anunciar.


4. Read All About It (Tutto Quello Che Devi Sapere) (Evoluzione Della Specie², 2012)
Originalmente uma música do rapper Professor Green em parceria com a maravilhosa Emeli Sandé, esta faixa recebeu um cover maravilhoso de Dolcenera, mantendo o clima pop rap aliado a uma tradução primorosa para o italiano no trecho cantado pela cantora.


5. Ci Vediamo a Casa (Evoluzione Della Specie², 2012)
Essa música, até hoje o single mais bem sucedido da cantora, toca na forma que o amor alivia as pessoas dos problemas do cotidiano, tudo embalado por uma melodia maravilhosamente clássica, aliando orquestração de violinos e instrumental rock. Por exibir casais tanto hetero quanto homossexuais no clipe, 'Ci Vediamo A Casa' ajudou a estabelecer Dolcenera como gay icon.


6. Niente Al Mondo (Le Stelle Non Tremano, 2015)
Talvez um dos melhores singles de Dolcenera, essa faixa é simplesmente grandiosa. Com direito a vocalizações, piano, percussão e sintetizadores ótimos, essa é uma faixa dance um tanto quanto alternativa, que se trata de correr atrás do próprio futuro, sem se render à passividade da fé cega e da esperança sem esforço.


7. Accendi Lo Spirito (Le Stelle Non Tremano, 2015)
Esta é uma faixa fala sobre se divertir e aproveitar a vida, um tema não muito comum na discografia de Dolcenera, bem como o synthpop dançante e maravilhoso que esta canção proporciona. O clipe é uma beleza a mais, brincando com luzes e formas de uma maneira que combina muito bem com a música em si.

Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Dolcenera Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Dolcenera Reviewed by Wilson Barroso on quinta-feira, dezembro 14, 2017 Rating: 5