Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Giusy Ferreri


Veja nossas resenhas dessa artista:
L'Attesa (2014)

Giusy Ferreri, nome artístico de Giuseppa Gaetana Ferreri, é uma cantora italiana nascida em Palermo, conhecida pelo timbre grave e único que a faz ser vendida fora de seu país natal como a 'Amy Winehouse italiana'. É uma cantora muito versátil, trazendo para o seu portifólio influências pesadas de jazz, rock, R'n'B e música leggera.

Com um repertório tão vasto, a cantora faz justiça ao apelido pelo qual é conhecida fora de sua região. A POPlândia escolheu sete músicas para conhecer e se apaixonar por essa ariana maravilhosa.

1. Novembre (Gaetana, 2008)
Primeiro e talvez maior hit da cantora, essa canção foi a principal responsável por dar ao álbum certificado de diamante na Itália, com impressionantes 500 mil cópias. Aliando a bateria do soft rock ao instrumental típico da música leggera (basicamente violino e piano), a voz de Giusy pode se sobressair sem precisar de muitos ornamentos.


2. La Scala (Gaetana, 2008)
Escrita em inglês pela lendária Linda Perry, ex-líder da banda 4 Non Blondes (aquela banda que canta 'What's Up', escute aqui), essa faixa se embrenha mais no instrumental jazz, mas sem perder o tempero da bateria e da guitarra. 'La Scala' tem a classe e a elegância que esperamos escutar em uma música de Linda Perry.


3. Piccolo Villaggio (Fotografie, 2009)
Faixa de 'Fotografie', o primeiro álbum de covers de Giusy, esta é a versão italiana do já clássico da MPB 'Vilarejo', primeiro single do álbum 'Infinito Particular', de Marisa Monte. Apesar de ser arriscado traduzir uma música tão própria e tão clássica, Giusy o faz de forma deliciosamente jazzy.


4. Il Mare Immenso (Il Mio Universo, 2011)
Mergulhando de vez no universo rock e apostando numa estética mais escura, 'Il Mare Immenso' traz uma Giusy mais madura, decidida e atrevida. A melodia dessa música explode no refrão, assim como a voz da cantora, que vem mais ornamentada e ousada, o que combina com o timbre único de Giusy.


5. La Bevanda Ha Un Retrogusto Amaro (L'Attesa, 2014)
Talvez a canção mais inesperada da cantora, essa faixa mergulha no post-punk em toda sua glória, com guitarras, baixo e bateria. O tema é tão hardcore quanto a melodia, lidando com abuso sexual e uso de drogas, além de ironizar a glamourização que essas situações recebem de vez em quando. Seja como for, pode ser um gatilho para algumas pessoas.


6. Volevo Te (Hits, 2015)
Primeiro single do primeiro álbum de compilação da cantora, 'Volevo Te' mostra uma Giusy mergulhada em um clima pop europeu, um tanto mais internacionalista e comercial, tanto em letra quanto em melodia, o que definitivamente não se esperava, por causa do clima mais experimental e shoegazer de 'L'Attesa', o álbum anterior.


7. Fa Talmente Male (Girotondo, 2017)
Abrindo a era 'Girotondo', seu álbum mais recente até o momento, essa faixa continua no clima pop e música leggera iniciado em 'Hits', com uma pegada mais acústica e latina, abusando do violão. É comercial, radiofônica e grudenta, mas aqui Giusy mostra que esses três adjetivos podem existir em uma música de qualidade.



Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Giusy Ferreri Sete músicas que vão fazer você se apaixonar por Giusy Ferreri Reviewed by Wilson Barroso on terça-feira, outubro 10, 2017 Rating: 5